Diagnóstico da displasia coxofemural

Diagnóstico

O diagnóstico da Displasia é feito a partir da análise das radiografias das articulações coxofemorais, realizada por um veterinário profissional. Apenas os veterinários credenciados pelo Colégio Brasileiro de Radiologia Veterinária são aceitos para fornecerem laudos oficiais de displasia, com uma qualificação de cada cão. 

Com a radiografia em mãos este veterinário verifica o grau, avalia e classifica a articulação, dando um laudo onde constam essas informações. 

Não é possível, apenas com a observação da movimentação ou forma de deitar de um cão, sem realizar a radiografia, afirmar se este cão é ou não portador de algum grau de displasia. Existem muitos casos de cães que se movimentam mal, mas tem excelentes articulações, assim como existem casos de cães aparentemente perfeitos, que trotam muito bem, mas ao serem radiografados revelam articulações severamente comprometidas pela displasia. 

Afirmar que o cão que deita de barriga no chão com as pernas abertas (posição de sapo) não tem displasia é uma afirmação equivocada, uma vez que essa posição tem relação com elasticidade muscular e não com displasia.  

Só se pode ter certeza que um cão não tem displasia se ele for submetido ao exame radiológico da articulação coxofemoral quando adulto!

Classificação do grau de displasia: 

  • HD- (grau A) - articulação normal / livre de displasia / isenta de displasia 
  • HD+/- (grau B) - quase normal / próxima do normal 
  • HD+ (grau C) - displasia leve 
  • HD++ (grau D) - displasia moderada 
  • HD+++(grau E) - displasia severa 

Um cão só é totalmente isento de displasia se for HD(-). 

O HD (+/-), por exemplo, é uma articulação quase normal, mas não é isenta. 


No Brasil, até o HD+ ou grau C, o cão é aceito para reprodução.  Porém, um animal HD+ (grau C), só deverá acasalar com um HD- (grau A). 

Muitos países da Europa só permitem HD- ou HD+/- na reprodução. 

O método utilizado é o de Norberg, onde se mede o ângulo da articulação e também há uma parte de avaliação do estado geral da articulação e acetábulo. 


Compartilhe


Segue a gente